JOZEF VAN WISSEM no Brasil


12.09

São Paulo / SP

Local: Cemitério da Consolação

End: Rua da Consolação, 1660 - Consolação


* Apresentação especial com trilha sonora ao vivo sobre o o filme "Amores Eternos (Jim Jamursh).


>>> Compartilhe/Confirme presença:

https://www.facebook.com/events/881777425232838/


Evento parte do MCI 2015​:​

https://www.facebook.com/mcifest


+++


13.09

Rio de Janeiro / RJ

Local: Audio Rebel

End: Rua Visconde Silva, 55 - Botafogo


>>> Compartilhe/Confirme presença:

https://www.facebook.com/events/990838337625368/


Evento parte do projeto Quintavant

https://www.facebook.com/quintavant


+++


15.09

Campinas / SP

Local: Bar do Zé

End: Av. Albino José Barbosa de Oliveira, 1325


>>> Compartilhe/Confirme presença:

https://www.facebook.com/events/1643622679248156/


+++


16.09

São Paulo / SP

Local: Edificio Martinelli

End: Rua São Bento, 405 - Centro - São Paulo/SP


>>> Compartilhe/Confirme presença:

https://www.facebook.com/events/720859514724749/


Evento parte do MCI 2015

​ ​

https://www.facebook.com/mcifest


+++



“O músico holandês radicado em Nova Iorque Jozef Van Wissem se apresenta em Campinas nesta terça-feira, 15 de setembro às 20 horas no Bar do Zé, em Barão Geraldo. Wissen toca teorba, uma espécie de de alaúde mais grave, e entre diversas distinções é recipiente do Prêmio de Trilha Sonora no 66º Festival de Cannes em 2013, pela trilha sonora do filme “Amantes Eternos” (Only Lovers Left Alive), dirigido pelo aclamado cineasta independente norte-americano Jim Jarmusch. O músico apresentará um repertório de composições próprias que misturam a música medieval da teorba com o minimalismo e a tecnologia modernas.

Em turnê pelo Brasil que inclui trilhas sonoras feitas ao vivo, shows em casas alternativas do Rio de Janeiro e até um concerto em pleno Cemitério da Consolação, em São Paulo, Wissem traz um repertório que busca na tradição medieval um elo com a modernidade. Segundo a publicação Pitchfork, Wissem tem colaborado para “a divulgação do alaúde fora dos círculos acadêmicos”, e “faz o alaúde soar mais como rock, mesmo sendo acústico”.

A teorba, seu curioso instrumento, é uma espécie de alaúde com mais cordas, e é o precussor medieval do violão moderno. Esse maior número de cordas permite que o músico explore texturas mais densas e complexas em sua música, coisa que Wissem faz com maestria. Ao combinar diversas melodias simultâneas, o holandês permite ao público uma experiência sonora imersiva e ao mesmo tempo acessível, que remete ao rock alternativo nova-iorquino tanto quanto aos compositores Philip Glass e Louis Andriessen.


Foi nessa veia que o músico lançou em 2011 o álbum The Joy That Never Ends, novamente em parceria com Jim Jarmusch. O disco agrega ao delicado som da sua teorba de 13 cordas as vigorosas microfonia e repetições distorcidas da guitarra de Jarmusch. Esta parceria entre o diretor e o músico fruiu em ainda mais dois discos em 2012 e 2013, contando também com a participação da atriz Tilda Swinton, atriz de Grand Hotel Budapest, assumindo os vocais da faixa The More She Burns The More Beautifully She Glows.”


Por: Rodrigues Ferreira


+++



____Cartaz: Marcelo Delamanha

Tamanho: A3

Impressão: Risografia, 2 cores

Tiragem: 50 cópias

Os cartazes estarão à venda nos shows

R$25

iniciativa: DESMONTA

www.desmonta.com

#jozefvanwissem

posts recentes